quarta-feira, dezembro 14, 2005

Torneio em Fortaleza


Deve ter quem pense: "se no Rio e em São Paulo é a bagunça que é, o que esses caras ainda querem aprontar no Nordeste?". Sendo muito frio esse é um raciocínio racional.

A principal razão para esse esforço é óbvio: nós gostamos muito de Pólo Aquático e, da mesma forma que se diz de mulher de malandro, não vai ser apanhando que esse amor vai acabar.

A outra fonte de motivação é lembrar de exemplos Zé Marcio e Léo Paraíba que provaram que com determinação é possível se jogar Pólo Aquático de alto nível no nordeste.

Temos que nos unir, criar nós mesmos uma Liga Nordeste de Pólo Aquático forte, independente, com apoio institucional de governos, federações e setor privado.

Conversei com o Diego (sobrinho do André, goleiro da seleção olímpica de 84), de Salvador, e ele tem o mesmo pensamento que eu com relação a pensar os eventos daqui aliados ao turismo.

Assim como os havaianos, vamos aproveitar nosso potencial turístico no campeonato que estamos tentando promover na semana santa. Pontuam para a Liga apenas times do Nordeste, mas times de fora têm a opção de vir ao nordeste em pacotes exclusivos para os jogadores e famílias, bem abaixo do preço de mercado. Por se tratar de um campeonato aberto, podem vir times de masters, juniores, times mistos de diferentes clubes...O importante é a chance de intercâmbio e a confraternização em torno do Pólo Aquático.

Estamos fechando o projeto. Aguardamos sugestões.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home