segunda-feira, maio 08, 2006

Joga bonito




Sábado ouvi de uma menina que acabou de entrar no Polo Aquático, depois de ter vindo assistir a primeira etapa do Circuito Nordeste de Polo Aquático, que algumas amigas dela desistiram de treinar ao saber que um atleta teria saído da água durante um jogo sangrando muito após tomar uma cotovelada. As amigas nem tinham passado pelo clube, a má notícia havia ultrapassado os muros do Náutico. Notícia ruim corre rápido

O vídeo da campanha acima, com Ronaldinho Gaúcho quando era criança, é um dos vários feitos para a campanha Joga Bonito, da Nike. Embora o anfitrião seja sempre o ex-jogador Eric Cantona, famoso também pelo chute que deu em um torcedor quando atuava pelo Manchester, todos os vídeos mostram atletas patrocinados em diferentes países em lances geniais.

O patrocinador quer a arte, a genialidade. Para ele é lucrativo que todos joguem bonito, que o futebol associe a sua marca à saúde, criatividade, alegria, aspectos positivos em geral.

Imagine o potencial de um esporte como o Polo Aquático, com jogadas tão plásticas e a com a exigência de um condicionamento físico soberbo?

Enquanto houver quem acredite que o Polo Aquático verdadeiro seja feito de vaidade e sejam toleradas sem punições atos de falta de educação, prepotência verbal e agressões físicas, esse esporte não sairá do ostracismo, continuará sem patrocínio, sem espaço na mídia e fechado em seus heróis sem platéia.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home